Como fazer uma petição inicial.

Ter conhecimento de como elaborar uma petição inicial pode ser deveras complicado, somente porque você não estava informado sobre a técnica que irei conversar nesta matéria.

O número de processos judiciários aumentam cada vez mais no Brasil, sendo assim é normal advogados ficarem com uma rotina de trabalho apertada, fazendo de tudo para conseguir efetuar o trabalho processual e burocrático.

Na maioria das vezes, perde-se um tempo valioso na execução depeças, sejam elas na área criminais,trabalhistas ou outras. Desse jeito, é fundamental ficar atento à maneira ideal de otimizar seu dia a dia.

A iniciativa de começar um processo se dá com o do protocolo da petição inicial. Este documento é fundamental, por que sem ele não tem processo.

Conheça: como fazer uma petição inicial.

Conheça as tres dicas de como fazer uma petição inicial.

1. A primeira coisa é definir a sua estratégia

O parâmetro processual se inicia muito antes da petição inicial.

Ele começa no planejamento de estratégias.

Para criar as estratégias será necessário que os acontecimentos que deram margem ao contenda estejam bem detalhados e especificados e atente-se que você não deve esquecer de nenhum detalhe.

Inclusive, dê muito valor aos mínimos detalhes. Frequentemente, os pequenos ocorridos que geram consequencias grandes.

Ser preciso e detalhista para ter o máximo de informações possíveis é o grande truque para se começar um processo.

Para que você consiga esta proeza, será preciso solicitar os documentos mais importantes.

Quando você tem fatos detalhados e bem definidos, chegou a hora de estudar o caso.

Ter uma boa base de conhecimento sobre o assunto, vai facilitar consideravelmente o seu trabalho.

Sempre que você tiver o domínio dos pontos fortes e fracos do direito do seu mandante, será sempre de muita valia para que possa ser traçada a estratégia processual ideal.

2. Narre a história do seu cliente

Assim fica mais fácil, relembrar o ocorrido.

Não importa saber todo o direito do seu cliente se você não sabe como passá-lo para o papel e redigir uma história que envolva.

No entanto, vi um artigo e me deparei com tres dicas essenciais.

Dica um: leia muita, a leitura pode lhe ajudar profundamente a conseguir colocar no papel as ideias e fazer a história do seu mandante mais notada.

A segunda é: Não complique um texto que poderia ter sido resumido, não adianta por exemplo você fazer 40 laudas se 15 já bastaria.

Lembre-se de escrever somente o necessário, sem exageros.

Dica 3: Utilize modelos de requerimentos

Como fazer uma Petição Inicial, mesmo sem saber por onde iniciar!

A possibilidade de receber o arquivos com modelos de requerimentos pode te auxiliar e demais, isso vai ser uma mão na roda no dia a dia do advogado.

O processo de fazer petições se torna muito mais fácil, dessa forma você vai inclusive conseguir atender mais clientes.

Estou falando do 427 Moldes de Petições do Novo CPC, nele você terá a oportunidade de ter ótimos modelos de requerimento, facilitando o seu trabalho, somente editando esses documentos.

No método 427 Modelos de Petições do Novo CPC, você terá outras 18 mil peças de direito.

Saiba mais sobre: como fazer uma petição inicial.